sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

E os livros

Depois da secretaria de educação ser forçada a desocupar a garagem da Cidade Verde, empresa da qual o prefeito Soliney (PMDB), é sócio. Não foram apenas os ônibus que ficaram jogados na rua, os livros escolares que também eram armazenado lá ficaram ser ter onde ser guardado.

Vejam bem, sem ter onde abrigar os ônibus escolares, estes foram para na calçada do ginásio de esporte Uiran Sousa. Mas e quanto aos livro didáticos que serão distribuídos aos estudantes no ano que vem? Bom, esses foram jogados em qualquer local. Afinal não é mais um problema do atual gestor, mas do próximo. Infelizmente essa é a lógica que prevalece nesse fim de governo.




Se você olharem bem nas imagens verão que todos os livros estão impecáveis, encontram-se embalados ainda. Esse espaço em que se encontram é atras do ginásio de esporte Uiran Sousa, espaço aberto, na primeira chuva do inverno que se aproxima, esses livro serão destruídos pela água e o vento. Muito triste! 

Como todos sabem a Secretaria de Educação ocupa um prédio pequeno, quase sem espaço algum, ali se concentra apenas o cérebro daquele órgão. Toda a parte de almoxarifado e armazenamento de livros era na garagem, lá tinha um local apropriado para isso, preparado pela secretaria assim que o espaço foi alugado. Com a desocupação daquele prédio a Secretaria ficou sem opção alguma de local para armazenar os livros.

Nesse fim de governo ninguém mais tem autonomia, as decisões chegam impostas de cima, e resta apenas cumprir. Assim como acontece na saúde, está sendo colocado em prática na educação. Já se chega resolvido e pronto. 

Comments system