segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

O que fazer com 42 milhões de reais?

Acho que os amigos leitores devem recordar da postagem que fiz dia 10 de dezembro, falando a respeito de uns papeis que deixaram em minha casa. Como falei na ocasião, procurei ajuda com amigos, busquei me informar a respeito, fiz pesquisas na internet, até que consegui compreender, mesmo que superficialmente, do que se trata tais papeis.


Então vamos a conclusão. Esses papeis são referentes a um reparcelamento de divida da prefeitura com a Previdência Social. Como se trata de um reparcelamento, isso significa dizer que anteriormente já houve uma negociação, mas não foi cumprida por umas das partes, provavelmente o executivo municipal. O valor total dessa renegociação atual, já com multa e juros, chega ao total de R$ 42.952.384,15 (quarenta e dois milhões, novecentos e cinquenta e dois mil, trezentos e oitenta e quatro reais e quinze centavos). Esse é debito da gestão Soliney (PMDB), apenas com a Previdência Social. Esse valor foi dividido em suaves prestações de R$ 499.701,88 (quatrocentos e noventa e nove mil, setecentos e um reais e oitenta e oito centavos). Isso significa dizer que em 1 ano, só pagando essa conta do Soliney, será desembolsado pela próxima gestão a bagatela de  R$ 5.996.422,56 (cinco milhões, novecentos e noventa e seis mil, quatrocentos e vinte e dois reais e cinquenta e seis centavos). E se toda essa negociação da atual gestão der certo, essas parcelas já serão descontadas do Fundo de Participação dos Municípios - FPM, que é credito mensalmente na conta da prefeitura.  

Em última analise, vamos considerar o FPM do ano de 2016. Até o momento a prefeitura já recebeu R$ 13.909.191,55 (treze milhões, novecentos e nove mil, cento e noventa e um reais e cinquenta e cinco centavos), de FPM referente a todo o ano de 2016. Se a prefeitura, já estivesse no ano pagando tal negociação, quando fosse descontado o valor da parcela da divida referente a todo ano, a prefeitura municipal de Coelho Neto, receberia de FPM apenas R$ 7.912,768,99 (sete milhões, novecentos e doze mil, setecentos e sessenta e oito reais e noventa e nove centavos). Isso significa dizer, que se essa renegociação estivesse em vigor nesse ano, a prefeitura teria deixado de receber aproximadamente 50% do FPM a que teria direto.

Mas felizmente para o Soliney, a negociação só valerá a partir de 2017, pois a primeira prestação só vence no dia 31/12/2016. Então ficará a cargo do próximo prefeito pagar essa conta. Parece até piada, mas não é! Agora imaginem aí o que Americo de Sousa (PT), poderia realizar com esse dinheiro, que obras não poderia fazer. Mas infelizmente esse será um recurso que ele não poderá contar.

Caso alguém aqui tenha interesse, aqui está o link para que vocês mesmo vejam os demonstrativos desse reparcelamento. Confiram: https://goo.gl/photos/buuYvbEtvDWdtpH9A 

Comments system