sábado, 24 de dezembro de 2016

Servir ao próximo

Dr Gemma no centro, à sua esquerda dr Fernando
e a sua direita Josely Almeida. 
Mais cedo, o excelente o blog do Samuel Bastos fez uma postagem com o seguinte título: "Médica deCoelho Neto pode responder sindicância por cobrir plantões de colegas emgreve...". No texto o blogueiro diz que drª Gemma recebeu uma notificação do Conselho Regional de Medina - MA (CRM-MA). A notificação seria a que segue abaixo:

"Dra Gemma, boa tarde!

Quem lhe envia esta mensagem é seu colega, Abdon Murad, Presidente do CRM MA. Informo-lhe que a Sra. está infringindo Artigo do Código de Ética Médica, assumindo lugar de colegas que não receberam pagamento por seus trabalhos realizados no município de Coelho Neto, o que diminui a força dos colegas, no sentido de receberem seus honorários.
Diante do exposto, o CRM solicita que V Sa. se afaste do local em que está prestando serviço, a fim de que evite a abertura de um Sindicância no CRM, por infringir o Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina.
Ficarei no aguardo.
Abdon Murad". 
Vale lembrar aos nossos amigos, que dr Gemma é a única médica em atendendo na UPA, se ela parar o atendimento lá é melhor a unidade fecha, e de nada adiantará ter equipamentos, enfermeiros, insumos, e não ter médico. A atitude do gestor municipal em não pagar é criminosa? É sim, é uma injustiça sem tamanho. Agora a atitude de não salvar uma vida, podendo fazer? Aí já não é crime, é desumano, é crueldade, é maldade!
Aposto eu que dr Gemma está na UPA bem ciente do que suas atitudes podem ocasionar, se mesmo assim o faz, nós não devemos em momento nenhum crucifica-la, mas aplaudi-la. E ajudar. Gemma é uma das servidoras que está sem pagamento também, que também está sem receber seus direitos trabalhistas. Mas ela prefere ajudar como pode, do que virar às costas a uma situação terrivelmente absurda.
Não quero aqui crucificar os médicos que abandonaram seus postos de trabalho por falta de pagamento, acho até valido, tendo em vista que nenhum é da cidade, que tem custo para virem trabalhar aqui, tem deslocamento, alimentação e que a jornada de trabalho de um médico é dificílima. Mas vamos deixar a drª Gemma trabalhar, nesse momento ela é a única com quem a população coelhonetense pode contar.
Em meio a tanto caos administrativo, e a tanto absurdo na saúde coelhonetense, drª Gemma só quer fazer o que certo, para a cidade e para o povo de Coelho Neto.  

Comments system