quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Vamos falar da merenda escolar

É inegável que o órgão de fiscalização fez uma verdadeira devassa nos arquivos da prefeitura, já foram produzidas 5 postagens sobre a analise que a CGU fez das contas da prefeitura no exercício de 2013. Mas posso lhes afirmar que ainda não falamos nem 10% dos pontos abordados pela fiscalização. São inúmeras as irregularidades.  

Mas vamos ao tema de hoje. Merenda escolar.

A equipe da CGU também analisou a fundo a aquisição de itens para a produção da merenda nas escolas da rede municipal. Nesse ponto, também houve falhas da administração municipal.

Primeiramente a equipe de fiscalização fez uma comparação entre as notas fiscais de todos os itens alimentícios adquiridos pela administração municipal, e as guias de recebimento de itens da merenda escolar pelas as escolas. E imagino que não seja surpresa para ninguém, que embora diversos produtos tenham sido comprados, nunca foram recebidos pelas escolas e em pouquíssimos casos, foram recebidos de forma incompleta, quase irrisória. Mas vejamos a tabela:


Meus amigos eu nem vou comentar sobre os alimentos que nunca chegaram as escolas, isso por si só já é um absurdo. Mas o cúmulo da cara de pau, é comprarem 1200 kg de carne com osso, e entregarem apenas 35 kg, senhores, quem labirou isso aí ficou com 1165 kg de carne com osso. Esse cidadão passou o ano "todim" comendo sopa, e ainda guardou pra 2014. Mas vamos adiante, temos também o charque bovino, foram comprados 523 kg de chaque, mas apenas 16 kg foram entregues. Meus amigos, é muita carne salgada para alguém comer em um ano, são 507 kg de carne de diferença, é sal demais pra uma pessoa sozinha. Mas não acabou, ainda tem mais, 749 kg de sardinha foram comprados em 2013, dessas apenas 49 kg foram entregues. Vai gostar de peixe assim lá longe menino, quem labirou esse aí ficou com 700 kg de peixe. É para o cidadão ter uma semana santa muito farta meu amigos. 

Eu não tenho mais nem o que falar, deixo para vocês os comentários 

Comments system