segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Em Caxias a imoralidade também próspera

Na semana passada falamos a respeito do prefeito de Afonso Cunha, Arquimedes Bacelar (PTB), que apesar de amparado pela lei, imoralmente nomeou a irmã secretária de Saúde da cidade. 

Em Afonso Cunha o prefeito Arquimedes Bacelar nomeou a Irmã Secretária de Saúde 
Apesar do ato imoral de Arquimedes, ele manteve-se fiel ao que é. Mas e quanto ao prefeito de Caxias, Fabio Gentil (PRB). 

Fábio assim como Arquimedes, também cometeu a imoralidade de colocar parente como secretário do município, só que no caso dele foram parentes, isso mesmo no plural, das mais diversas secretarias municipais. Arquimedes pelo menos tentou ser discreto e nomeou apenas uma, já Fabio colocou vários parentes no cabide da prefeitura. 

Leticia Mabel, e Talmir Franklin, esposa e irmão do prefeito Fabio Gentil de Caxias. 
No secretariando de Fábio Gentil hoje estão a esposa dele, Leticia Mabel, que comandará a Assistência Social; tem também o irmão dele Talmir Franklin, que encabeçará a secretaria de finanças, planejamento e administração; e ainda tem a prima dele, Ana Célia, que comandará a educação. 

Não bastasse o problema dá imoralidade, ainda tem a mentira. Pois Fabio prometeu em palanque acabar com os casos de nepostismo na prefeitura da cidade. Fez promessas em palanque durante a campanha eleitoral, e também usou da tribuna do legislativo municipal, quando era vereador,  condenando o ex-prefeito Léo Coutinho por usar tal prática. 

O problema em Caxias não é só a imoralidade cometida, mas também a falta de compromisso com o que foi prometido. 

Comments system