domingo, 29 de janeiro de 2017

Mentira: São Luís não perde título

Há exatos 3 dias começou a circular nas redes sociais uma suposta nota da Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (UNESCO), de que São Luís havia perdido o título de patrimônio da humanidade. 

Segundo a notícia que tem circulado principalmente no WhatsApp, o senhor Lucien Adre Muñoz enviou correspondência ao prefeito Edvaldo Holanda (PDT), onde informava da decisão de desqualificar a cidade de tal posto. 

Procurada por jornalistas maranhenses, a UNESCO emitiu nota refutando tal informação. Disse ainda, que o senhor Lucien Nuñoz, não emitiu ofício algum com tal informação ao prefeito, e frisou que as decisões acerca do títulos são tomadas por 21 conselheiros, que representam Estados-Parte da convenção. 


Cabe ao Comitê do Patrimônio Mundial, que se reúne anualmente, julgar as candidaturas de inscrição na Lista no Patrimônio Mundial; zelar pelo estado de conservação dos bens já inscritos; avaliar e decidir pela inclusão ou exclusão de bens na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo e decidir pela exclusão definitiva da Lista do Patrimônio Mundial. Informamos também que nenhum sítio brasileiro está na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo, pré-requisito para a perda do título.

A Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), também se manifestou por meio de nota. "É falsa a informação de que a cidade de São Luís teria perdido o título de Patrimônio Histórico da Humanidade". A Fundação esclareceu que tais decisões seguem um protocolo característico e que nenhuma determinação neste sentido foi comunicada nem à Prefeitura de São Luís nem ao Instituto do Patrimônio e Artístico Nacional (Iphan), órgão responsável pela proteção do patrimônio no Brasil.

São Luís recebeu o título de Patrimônio da Humanidade em 1997, sendo este ano seu vigésimo com o título. 

Comments system