terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Trabalhador exige respeito

Trabalhadores montam acampamento 
Na tarde de ontem, funcionários e ex-funcionários do grupo João Santos, voltaram a acampar nas portas da Itapagé em Coelho Neto. 

Eles protestam contra as 84 demissões que ocorreram no mês passado, onde funcionário foram demitidos com salários atrasados e sem receber um centavo de suas rescisões trabalhistas. 


Eles dizem que o acordo proposto Grupo João Santos, é um crime sem tamanho. Onde recisão trabalhista e os salários atrasados seriam pagos em um prazo longo demais, jogando assim muitas famílias na sarjeta, considerando que essa é a única fonte de renda desses trabalhadores. 

O protesto foi convocado pelo SINPACEL, liderado pelo sindicalista Mariano Crateus. 

Comments system