sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Autoridades estaduais, municipais e população em geral se unem a trabalhadores grevistas em ato na porta do Grupo João Santos em Coelho Neto

População coelhonetense se une a funcionários e ex-funcionários do Grupo João Santos
em ato para reinvidar pagamento de salários dos trabalhadores, e direitos trabalhista de ex-funcionários.    
Aconteceu na manhã de hoje (03), ato público na porta da empresa Itapagé S/A. O ato foi idealizado, e convocado pelos Sindicatos: SINPACEL, SINTRIAD e STTR, que representam os trabalhadores do grupo João Santos em Coelho Neto. O ato foi idealizado no sentido de manifestar apoio ao movimento grevista de funcionários do grupo João Santos, e também em uma tentativa de sensibilizar a sociedade, e administradores das empresas do grupo em Coelho Neto, quanto a causa dos trabalhadores do Grupo João Santos que estão com seus salários atrasados, e também aos ex-funcionários que foram demitidos com salários a serem pagos, e sem receber as verbas rescisórias a que teriam direito. 

A sociedade coelhonetense de maneira geral compareceu em clara manifestação de apoio aos trabalhadores, e diversas autoridades foram até lá manifestar seu apoio a causa dos trabalhadores. Os vereadores Mohabe Branco (PSD), Wilson Vaz (PT do B), Liza Pires (PC do B), Osmar Aguiar (PT), e Marcos Tourinho (PDT), o vice-prefeito Antônio Pires (PC do B), o Secretário de Educação Milton Mourão, o futuro Secretário de Industria e Comércio Josué Viana,  o prefeito Américo de Sousa (PT), e o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT), se manifestaram favoravelmente a causa dos trabalhadores, e se comprometeram em trabalhar por uma solução o mais breve possível.  


Em sua fala o prefeito Américo de Sousa, falou que vem acompanhando de perto a situação dos trabalhadores do Grupo João Santos, muitas vezes agindo tem agido como intermediário entre os trabalhadores e administradores do grupo em Coelho Neto, as conversas têm sido no sentido de buscar alternativas para que os trabalhadores possam ter seus direitos garantidos, e dar celeridade no pagamento dos salários atrasados e verbas rescisórias dos trabalhadores, frisou que município todo está sendo penalizado com esse impasse que vem se arrastando desde o ano passado.

Prefeito Américo de Sousa (PT), busca alternativas para o que o trabalhador tenha seus direitos garantidos.  
Já o deputado Rafael Leitoa, se colocou à disposição dos trabalhadores para levar a causa deles até o governador de uma maneira mais profunda, e também apresentará na semana que vem, quando a Assembleia Legislativa retorna aos trabalhos, para os demais deputados estaduais a situação dos trabalhadores do grupo João Santos, que sofrem com essa falta de pagamentos dos seus direitos trabalhistas. Afirmou que em São Luís atuará em parceria com o prefeito em todas as frentes possíveis no sentido de buscar um encaminhamento para a resolução desse impasse.

Deputado Rafael Leitoa (PDT) atuará em todas as frentes no sentido de buscar um
encaminhamento para resolver o mais breve possível esse impasse. 
Saindo do ato na porta da Itapagé, Rafael Leitoa junto com o prefeito Américo de Sousa e vereadores foram a prefeitura onde tinham reunião agendada com os administradores do grupo João Santos em Coelho Neto. 

Comments system