domingo, 5 de fevereiro de 2017

Prefeito caloteiro PARTE II



Se manifestando através do blog de seu assessor de comunicação, o prefeito de Afonso Cunha fez a seguinte declaração no sobre o não pagamento dos servidores municipais daquela cidade: Não é tarde lembrar que tivemos o recadastramento e que só após concluído é que pudemos elaborar a folha. De outro lado tivemos os entraves com as chaves bancárias que agora foram solucionados e que acredito que até terça-feira (07), todo esse processo estará concluído e o dinheiro dos servidores liberados. Quem me conhece sabe que essa fama de caloteiro eu não tenho, nem na minha vida pessoal, nem na vida empresarial e muito menos terei na vida pública”.

Prazo em que o recadastramento foi realizando em Afonso Cunha
Mas não deixo de pensar que entre o dia 13 de janeiro, último dia do recadastro naquela cidade, e dia 30 de janeiro, prazo em que geralmente as folhas de pagamento são pagas, o Prefeito teve 11 dias úteis realizar todo o levantamento do funcionalismo municipal, e preparar a folha de pagamento. Se considerarmos o final de semana, o Prefeito teve 17 dias para elaborar a folha. 11 ou 17 dias é prazo gigantesco para que todas as informações fossem consideradas, pois devemos levar em conta que a cidade é pequena, e a estrutura municipal menor ainda.
Assessor de Comunicação dar a entender que prefeito de Afonso Cunha
tem acesso as contas desde 20 de janeiro
E a situação fica ainda mais complicada, porque segundo o próprio assessor de comunicação da prefeitura em grupo de WhastApp, o Prefeito de Afonso Cunha tem acesso as contas da cidade desde o dia 20 de janeiro. Então, se considerando a data que ele teve acesso as contas, foram seis dias uteis para trabalhar as informações do recadastramento, preparar a folha de pagamento e ordenar os pagamentos.

Populares tem procurado o prefeito e tem sido
informados que ele não está na cidade
E o pior de tudo é que as pessoas não encontram o Prefeito na cidade. Que tem ido à casa dele atrás de informações, ou até a prefeitura, tem sido informado que o Prefeito está viajando. Os servidores não estão nem podendo olhar o prefeito nos olhos para cobrar um posicionamento, e quando o posicionamento vem, é pela internet.


Servidor de Afonso Cunha cobra salario em
grupo de WhatsApp
O mais curioso ainda é a postura do blogueiro. A situação descrita pelo prefeito de Afonso Cunha é a mesma que vive o prefeito de Coelho Neto. Só que em grupos de WhatsApp e em até algumas postagens de seu blog, ele critica o gestor de Coelho Neto, mas tem um postura de compreensão em relação a Afonso Cunha. Só não quero imaginar que essa diferença de postura seja porque lá em Afonso Cunha ele ocupa cargo comissionado, e em Coelho Neto não. 

Mas ninguém pode negar que são dois pesos e duas medidas, simples assim!  

Comments system