quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Teresina: Médico deixou "tampão" dentro de mulher após parto

A maternidade Evangelina Rosa afastou o médico que deixou um "tampão", compressa utilizada para estancar sangramentos, no corpo de uma mulher após a realização de um parto em Teresina, no Piauí. Também foi aberta uma sindicância para apurar o ocorrido.

Erivaldo Veloso, marido de Thamara Macedo, mostra tampão esquecido
no corpo da mulher após o parto
A preparadora física Thamara Macedo, 26, ficou 20 dias com um tecido do tamanho de uma fralda no interior de seu corpo. Ela contou ao UOL que saiu da maternidade sentindo dores, que aumentaram a partir do 10º dia após o parto, realizado em 28 de janeiro. Na última sexta-feira (17), ela buscou atendimento na maternidade Buenos Aires, onde foi descoberto e retirado o "tampão".

"Quando a médica viu, se assustou e disse que tinha que tirar. Como já tinha a ponta do tampão, ela só precisou puxar com as mãos", conta Thamara. "A retirada daquele negocio de dentro de mim foi um alívio, parecia que tinha perdido 5 quilos. 

A jovem diz que precisou tomar antibióticos para evitar infecções, mas que está amamentando seu bebê normalmente. O caso veio à tona após o ex-jogador de futebol Erivaldo Veloso, marido de Thamara, publicar fotos do pedaço de pano no Facebook junto de um texto relatando o caso. 

O casal diz que a vai a maternidade Evangelina Rosa pelo ocorrido. Thamara diz que não conhecia a equipe de médicos que realizou o parto.

Colaboração: UOL

Comments system