segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Falso Médico: Coelho Neto pode ter sido vítima de uma quadrilha

Uma prisão que caiu como uma bomba em Coelho Neto, falso médico foi preso na manhã de hoje (13), durante plantão na UPA. 

Manoel foi preso na manhã de hoje por exercício ilegal da medicina
Manoel, nome verdadeiro do meliante, diz ter estudado medicina no Paraguai, mas não chegou a concluir o curso por falta de dinheiro. Ele conta que usa o CRM de um amigo, que é o verdadeiro médico, e que conhecendo a sua situação, e confiando em sua capacidade, ficou penalizado e cedeu seu CRM para que Evandro pudesse atuar no interior do Maranhão. 

Apesar de morar e trabalhar em São Paulo, o médico Evandro Costa Jorge Junior
Responde por uma UBS em Grajaú 
Segundo o levantamento feito pela Procuradora do Município Francisca Meire, o médico Evandro Costa Jorge Junior, o verdadeiro, trabalha e vive na cidade de Ribeirão Preto no estado de São Paulo. Porém, apesar da distância, trabalhava em Coelho Neto, e Grajaú onde ele responde por uma Unidade Básica de Saúde, conforme foto acima. 

Ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Grajaú Evandro Costa Jorge. 
Uma das questões levantadas é, o falso médico realmente trabalhou em Grajaú? Possivelmente não. Acontece que o Evandro Costa Jorge Junior, é filho do ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Grajaú Evandro Costa Jorge. Considerando que o vereador seja pessoa conhecida por todos, logo seu filho seria facilmente reconhecido, então em última análise, é possível que o médico Evandro Costa Junior seja funcionário fantasma em Grajaú. 

Inclusive, segundo conversa com a Procuradora do Município, é possível que o médico verdadeiro tenha sim algum envolvimento com o crime que vinha sendo praticado em Coelho Neto. Pois foi detectado pela administração municipal que a Agência Bancária do titular da conta fica em Ribeirão Preto, cidade onde ele reside atualmente, e está em seu nome.

A investigação está agora nas mãos da polícia, que encaminhará o processo para o Ministério Público e Poder Judiciário. 

Comments system