segunda-feira, 10 de abril de 2017

100 Dias: "A gente já sabia que nossa missão seria espinhosa" falou o prefeito

Hoje (10) o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) completa 100 dias à frente da cidade, acredito podemos fazer uma avaliação positiva das ações do governo apesar das dificuldades encontradas, e do cenário ser de superação. Se olharmos para trás e analisarmos de onde o governo partiu, e o caminho percorrido até aqui, podemos com certeza dizer que teremos um grande futuro pela frente. 


Prefeito Americo de Sousa (PT) e vice-prefeito Antônio Pires (PC do B)
Em uma primeira análise das ações do governo vemos não há obras para destacar, nem inaugurações para relembrar. O trabalho que tem sido desenvolvido pelo Executivo Municipal até o momento tem sido o de recuperar a credibilidade do Município frente aos órgãos estaduais e federais, devolver a cidade a capacidade de investimento, e trazer de volta a população o sentimento de confiança no poder público municipal. 

Esse trabalho tem sido realizado dentro da prefeitura, dentro das secretarias, um processo de restruturação profundo tem sido desenvolvido pelo prefeito e sua equipe, algo interno, e apenas depois desse momento de reestruturação as obras poderão começar efetivamente, e o governo trabalhará a execução de seu plano de governo apresentado nas últimas eleições. 

Antes mesmo de assumir o governo Américo conseguiu junto ao governo estadual
a implantação em Coelho Neto de uma Unidade Tática das Cidades (UTC) que tem ajudado no combate à criminalidade

Acompanhando de perto as ações do governo, vejo que nesse primeiro momento a prioridade tem sido colocar a casa em ordem, afinal o governo Municipal acumula dívidas da administração passada, para o qual houve a necessidade de baixar uma moratória de 90 dias logo no primeiro dia útil de governo, e a nova administração tem que lidar também com a inadimplência em muitos órgãos estaduais e federais, o que tem gerado contratempos para o fechamento de convênios, sendo preciso recorrer sempre a justiça.

Uma grande dificuldade encontrada pelo Governo Americo de Sousa foi a perda de vários programas federais, um exemplo já citado pelo prefeito no Teatro Municipal foi a perda do Programa Mais Educação, um recurso na casa dos R$ 2 milhões de reais que Coelho Neto não terá à disposição para este ano. Isso porque administração passada não apresentou informações sobre os alunos da rede municipal no prazo estipulado pelo MEC. 

Afinado com Governado Estadual o prefeito Américo de Sousa conseguiu a recuperação da MA-034
que sofreu com as fortes chuvas do inverno
Na saúde o prefeito teve de lidar com o sucateamento dos equipamentos, os carros estavam da saúde estavam abandonados em um local que ficou conhecido como cemitério de ambulâncias. O Hospital Maternidade completamente abandonado, cheio de problemas, estrutura danificada, sem insumos, sem remédios, sem condições de trabalho e de funcionar, a situação era a pior possível. As Unidades Básicas de Saúde da mesma forma, todas apresentavam algum tipo de problema na estrutura física ou falta de material. Medidas foram tomadas no sentido de aliviar os problemas, tem dar alguma capacidade de resolução aos aparelhos que compõe a Saúde Municipal, e de oferecer condições mínimas de dignidade e respeito aqueles que procuram atendimento nas saúde pública de Coelho Neto. O Hospital Maternidade que se encontrava em péssimas condições, e prestes a ser fechado a pedido do Ministério Público passou por uma pequena reforma, colchões foram trocados, lençóis foram comprados, insumos e medicamentos chegaram até aquela casa de saúde. 


Governo Municipal em parceria com Governo Estadual
entrega sementes aos produtores rurais
Muitos dos que criticam o governo hoje estavam à frente da cidade, alguns trabalhavam indiretamente para o ex-gestor a bem pouco tempo atrás, são as mesmas caras que ajudaram a afundar Coelho Neto, contribuíram para caos que há bem pouco tempo atrás imperava na cidade, alguns tiveram participação ativa, outros agiram mais passivamente, mas são igualmente responsáveis. Hoje essas pessoas criticam o atual gestor, dizem que ele é demorado, dizem que o governo é devagar, dizem que o governo só vai no tranco. Capaz de hoje mesmo ele fazerem alguma crítica nesse sentido, aguardem. São críticas que vindo dessas pessoas se tornam uma grande piada, seria como o açougueiro dizer que é vegetariano depois de abater o boi. "Nós temos recebidos muitas críticas, que na verdade não são críticas, são uma pauta negativas de adversários, adversários que não querem que Coelho Neto decole", disse o prefeito Americo de Sousa em certa ocasião.

Esses críticos, estes adversários parecem desconhecer o perfil do prefeito Américo, parecem desconhecer o histórico de luta do homem que hoje comanda a cidade, e que eles pasmem, mas hoje, Coelho Neto tem comando. A diferença entre gestor que saiu da frente da cidade, para o que governa Coelho Neto está na palavra responsabilidade, o que saiu não tinha responsabilidade alguma, e o que entrou tem cautela, respeito, zelo, e primor pela coisa pública. É responsável em tudo o que faz, e tem preocupação em seguir os ditames da lei, e os prazos que a lei impõe. Um prefeito que não tem medo, que não recua, que não tem se curvado a interesses alheios administração municipal, um prefeito que não tem usado o governo na promoção de interesses pessoais, e até o momento sem mancha de corrupção. 



Governador Flávio Dino (PC do B) entregou a Coelho Neto uma ambulância nova 

"Saímos de um extremo onde o ex-prefeito pouco pisava na cidade, nunca era visto, não tinha respeito pela coisa pública, e hoje estamos em um extremo onde o atual prefeito está presente todo o tempo, está em casa atendendo à população, está na prefeitura governando, e respeita o patrimônio público, e as normas legais", falou o presidente da câmara de vereadores Osmar Aguiar (PT) certa vez ao sair da câmara municipal. 

"A gente já sabia que nossa missão seria espinhosa, passamos por um período de 8 anos de sucateamento do nosso município. Hoje trabalhamos em Coelho Neto para reorganizar a cidade, para reorganizar os serviços públicos, e isso não é tarefa fácil. Fui eleito prefeito para governar, fui eleito prefeito para melhorar a vida dos Coelhonetenses, eu e minha equipe temos muito trabalho pela frente, afinal são 8 anos de abandono que temos de recuperar, superar, e vamos fazer isso. O governo agora vai dar uma arrancada, e grandes coisas virão pela frente", falou o prefeito no Teatro Municipal recentemente.

Comments system