terça-feira, 25 de abril de 2017

Alô MP: Crime ambiental contra as matas de Afonso Cunha

Área desmatada em Afonso Cunha com a pratica do correntão
técnica considerada ilegal pelo IBAMA
Enquanto parte dos vereadores de Coelho Neto discutem as questões ambientais na noite de hoje (25), em Afonso Cunha temos a verdadeira prova de que não existe lei naquela cidade, e o desrespeito ao meio ambiente impera. 

Este blogueiro esteve no povoado Loloia e o que vi lá foi a imagem do caos, uma verdadeira "chacina" sendo cometida nas matas da cidade. Tratores tem passado o "correntão" em árvores que estão lá mais tempo do que eu tenho de vida, tudo tem sido desmatado indiscriminadamente, não há qualquer preocupação em preservação a mata nativas ou com os animais que vivem nela. 

Confira no detalhe a imagem do correntão que tem devastado aquela área 

A pratica do correntão é considerado crime ambiental pelo , e o deputado federal Sarney Filho explica o motivo. "A força da corrente faz com que nenhuma planta resista onde o método é aplicado, não permanecendo nenhum exemplar de qualquer espécie, até mesmo as protegidas legalmente, e inviabiliza qualquer possibilidade de regeneração", falou o deputado em certa ocasião. 

De acordo com Notas Técnicas elaboradas pelo Ibama, o método do “correntão” permite a remoção da cobertura vegetal em velocidade superior a outros procedimentos, razão pela qual tornou-se muito popular em Mato Grosso. Entretanto, causa danos irreparáveis a fauna e flora, em especial as ameaçadas de extinção; gera agravamento de processos erosivos do solo e ainda pode incentivar o desmatamento ilegal.

Área estava sendo desmatada por dois tratores usando um correntão
um dos motoristas do tratores identificou Soliney como sendo o contratante das maquinas 

Mas fica ainda pior, muito pior. Existem famílias naquela região, famílias que vivem ali há mais de 40 anos, e agora estão sendo "tangidas" de suas casas, de suas terras, sendo expulsas por alguém que diz ter comprado toda aquela área, por alguém que se diz dono de tudo. Gente que se vê desesperada por o futuro é incerto, sem saber onde vão parar, sem saber se os tratores quando irão derrubar suas casas, e quando tentam proximidade com os trabalhadores das máquinas, as famílias são tratadas com ignorância, e até ameaçadas. A situação é triste! 

Mas por que? Qual a razão de desmatarem uma área tão grande? Estive lá, percorri aquela área, percorri 10 km dentro local do desmatamento, as árvores desmatadas são tantas que chega a perder de vista. Mas o motivo, abrir pasto para o gado. Sim, o dono é ambicioso, pretende jogar gado em toda essa área das imagens. Mas não se preocupa com as famílias que serão desabrigadas, não se preocupa com a mata que tem derrubado. Se preocupa apenas com o dinheiro que pode ganhar, com o lucro, mas não com a vida, melhor dizendo, com as vidas. 

No ano que a Igreja Católica puxa a discussão das questões ambientais
ex-prefeito de Coelho Neto ordena desmatamento em Afonso Cunha 

O mandante desse crime é ninguém menos que Soliney Silva, ex-prefeito de Coelho Neto, alguém não demonstra preocupação com a lei em qualquer esfera que seja. Soliney tem derrubado as árvores em Afonso Cunha, tem devastado uma mata nativa daquela cidade, e ninguém faz absolutamente nada, ninguém age, todos calam. Será por que Soliney é padrinho político de Arquimedes Bacelar (PTB) prefeito de Afonso Cunha? Será que nenhuma autoridade fará nada a respeito. Cadê a Secretaria Municipal de Meio Ambiente que não se manifesta?

Comments system