terça-feira, 4 de abril de 2017

Banco do Brasil explica atendimento

Na manhã de ontem (03) estive na agência do Banco do Brasil em Coelho Neto onde conversei com o senhor Elias Barros gerente da agência bancária. O assunto da conversa foi reclamação feita por esse blog na sexta-feira (31) de março, onde a agência estava superlotada, faltava dinheiro nos caixas, o que causou inúmeros transtornos aos clientes do Banco.

Manhã de ontem (03) agencia do Banco do Brasil lotada
muitas reclamações da população
O gerente começou explicando que aquele cenário mostrado pelo blog não era algo rotineiro no banco, e detalhou que a causa daquele transtorno foi o pagamento de uma folha do Grupo João Santos, que pagou os funcionários das empresas na cidade sem alertar agência bancária para que houvesse algum tipo de preparo, como chamar um carro forte para abastecer os caixas eletrônicos da agência, ou abastecer o caixa eletrônico que fica no interior de uma das empresas do grupo em Coelho Neto. 

Elias ainda frisou que no final do mês a agência está sempre preparada para pagar a folha do estado, e a folha de aposentados, mas voltou a dizer que não esperava uma terceira folha de pagamento, ainda mais tão grande quanto a que foi emitida pela grupo João Santos. 

Filas enormes nos caixas eletrônicos ontem (03)
aposentados procuravam sacar seus benefícios mas os caixas eletrônicos estavam sem dinheiro  
Outro questionamento que fiz ao gerente foi sobre os horários de abertura dos caixas eletrônicos, que está limitado demais e tem causados congestionamento, e sobrecarga. Elias me explicou que os caixas abrem as 09 horas da manhã, e nãos às 10 da manhã como o blog havia informado, e que o horário tem sido bastante para atender a demanda usual da cidade. Quanto a limitação de horário ele disse que essa é uma questão imposta pela Superintendência do Bancos em São Luís, e que ele como gerente tem muito pouco poder sobre isso, pois o sistema da agência está programado para sair do ar às 17 horas da tarde. 

Quanto perguntado sobre o que precisa ser feito para voltar ao horário normal, o gerente respondeu que os órgão de segurança estadual precisam atuar de forma a oferecer mais segurança à população, e ao banco. Precisa haver um aumento no efetivo policial, os policiais precisam está bem equipados, preparados, e a cidade precisa ter algum tipo de videomonitoramento na região central. 

Com isso fica aqui a explicação da agência para o cenário enfrentado pela população Coelhonetense. Apesar do gerente entender que o atendimento tem sido o bastante para atender às demandas, ainda mantenho o registro de que o cenário não é bem esse, pois vemos no dia-a-dia agência o banco lotado, muitas reclamações, e a população insatisfeita demais. 

Comments system