segunda-feira, 24 de abril de 2017

Vereadores sob ataque

Vereadores de Coelho Neto andam sob ataque da oposição

Em uma postagem cheia de veneno o redator do blog Direto ao Assunto enche o legislativo Municipal de acusações, empurrando-o para a fogueira. 

Segundo o blogueiro o Executivo Municipal estaria, supostamente, pagando R$ 4 mil ao mês para os vereadores da cidade, junto a isso cada vereador teria ainda, direito a dez contratos de empregos na administração municipal. Além de isso, os legisladores teriam uma suposta cota de combustível, que foi amplamente divulgada pela mídia oposicionista alguns dias atrás. 

Vereador Júnior Santos (PMDB) classificou a postagem como sendo irresponsável

Em uma fala claramente sem nexo o blogueiro sequer se preocupa em confirmar a veracidade dos fatos, sendo incapaz de comprovar aquilo que ele escreve. Não há em seu texto qualquer indício capaz de demonstrar a veracidade do factoide, seja foto, documentos ou áudio que sustente aquilo que ele afirma tão categoricamente. São palavras jogadas ao vento, mas que ainda assim causam danos ao legislativo, induz a população ao erro, e a desacreditar nos seus representantes. 

Acusações nesse tom são gravíssimas, atacam com a honra das pessoas, e cria na população Coelhonetense uma insegurança política, uma vez que o blogueiro insinua que os vereadores da cidade podem estar sendo corrompidos. 

Vereador Luiz Ramos (PSD) disse desconhecer tais manobras 

A postagem fica ainda mais grave porque o Vereador Rafael Cruz (PMDB) entra no jogo de cena do blogueiro, e assim confirma a existência, enfatizando o incomprovado "boato", sem sequer se preocupar em negar ou colocar a informação do blogueiro em "xeque", jogando assim os demais vereadores na fogueira. Algo assim foi feito alguns dias atras pelo também vereador João Paulo (PMDB), que fez fortes insinuações que colegas vereadores estariam sendo "comprados" pelo prefeito Municipal. 

Contudo alguns vereadores reagiram ao texto do blogueiro, o vereador Júnior Santos (PMDB) em WhatsApp disse que "terão de provar" o que está sendo dito, e classificou a postagem como sendo irresponsável. Já o vereador Luis Ramos (PSD) disse desconhecer tais manobras, "Acredito que os vereadores não tem envolvimento algum com essa história. Nem o prefeito precisa pagar "propina" ou "mensalinho" para ter aliados na câmara. Com certeza iremos providenciar que essas denuncias sejam apuradas, e os culpados penalizados".

Agora uma pergunta, seguindo a lógica da mídia oposicionista. Os vereadores da oposição são oposição porque alguém lhes paga ou por que não tiveram seus "pedidos" atendidos? Será tudo por "amor"? Perguntar não ofende. 

Comments system