quarta-feira, 19 de julho de 2017

Câmara reprova contas de Ex-prefeito

Com contas reprovadas Soliney está inelegível 


Hoje (19) Câmara Municipal de Coelho Neto rejeitou por 10 votos a prestação de contas do ex-prefeito Soliney Silva (PMDB), referente ao exercício de 2010. Desta forma o ex-prefeito o perdeu os direitos políticos e fica inelegível por 8 anos.

Em uma sessão com casa cheia, transmitida ao vivo pelo Facebook, tudo aconteceu com muita tranquilidade conforme reza o processo democrático. 

Em um primeiro momento foi feita a leitura do relatório da comissão de Finanças e Orçamento, que decidiu pela reprovação das contas alegando entre outras coisas que não havia em alguns processos de licitação assinatura do Presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL), a existência de pareceres favoráveis antes mesmo da confecção do Edital de Licitação, e que foram documentos entregues por empresas apenas depois da realização e confecção da ata da Sessão de Licitação. 

O ex-prefeito teria direito a fazer sua defesa na tribuna da câmara, mas não compareceu e também não enviou representante legal para fazer a defesa. 

A votação

Votaram a favor do relatório pela rejeição das conta os vereadores Luiz Ramos (PSD), Júnior Santos (PMDB), Mohabe Branco (PSD), Marcos Tourinho (PDT), Camila Liz (PROS), Cará (PMDB), Wilson Vaz (PT do B), Osmar Aguiar (PT), Silas do Louro (PMDB) e Liza Pires (PC do B). 

Votaram contrário ao relatório pela rejeição os vereadores João Paulo (PMDB) e Rafael Cruz (PMDB). 

O vereador Ricardo Chaves (PPS) não compareceu a sessão, portanto não votou, uma manobra que poderia ter beneficiado o ex-prefeito Soliney. 

Agora Soliney está oficialmente fora da disputa eleitoral de 2018, e sem destino político algum. 


Comments system