segunda-feira, 3 de julho de 2017

Mais uma trapalhada

A beleza da ornamentação contrastou com a desorganização do evento


Festejo Junino de Afonso Cunha tinha tudo para ser uma grande festa, as quadrilhas estavam bem ensaiadas, a população empolgada, e a ornamentação da Festa estava um encanto. Mas como disse no início, tenha tudo para ser grande. 

O início até que foi bonito, o Governo organizou Festejo Junino também na zona rural, assim encurtou a distância entre o homem do campo e o homem da cidade, mas foi só. Começou nas capoeiras, após a apresentação de uma das quadrilhas, que estava muito bonita por sinal, o prefeito Arquimedes Bacelar foi parabenizar uma das organizadoras da junina e quem viu a conversa afirmou que foi um constrangimento só. Isso porque a organizadora disse que as roupas usadas para a apresentação eram todas do ano passado, nenhuma junina da zona rural recebeu incentivo do Governo de Afonso Cunha, foram então obrigadas a usar as roupas que ganharam da gestão passada, só fizeram uma pequena reforma. 

Ao final de tudo o prefeito ainda foi discursar e tomou vaia. 

Já no Festejo Junino da cidade mais constrangimento, logo no primeiro dia a banda não apareceu, o prefeito em discurso disse que a banda foi contratada e paga, logo será processada. Vocês pensam que alguém acreditou?! Coisa nenhuma, mais vaias no prefeito e sua organização. Difícil acreditar que a Banda Ferro na Boneca se apresentariam em Afonso Cunha naquele dia, pois um dia antes ela se apresentou no Rio Grande do Norte, na cidade de Mossoró.

E para terminar ainda teve quadrilha forcada a mudar de nome depois de 20 anos, tudo para fazer um agrado ao prefeito. 

Assim fica difícil, muito difícil

Comments system