sábado, 15 de julho de 2017

Soliney usará tribuna da Câmara para atacar vereadores

Ex-prefeito pretende agredir vereadores


Em áudio disparado no Whatsapp o ex-prefeito de Coelho Neto Soliney Silva (PMDB) lançou ameaças aos vereadores da cidade. Com seu modo truculento de ser, Soliney anunciou que dia 19 estará na Câmara Municipal para fazer sua defesa no processo em que os vereadores estão analisando sua prestação de contas de 2010. 

Durante o áudio Soliney desafiou, disse que quer “ver aqueles vereadores que participaram do [seu] governo votar contra o governo que eles defenderam”. Em sua fala ele ainda diz que “há muitos vereadores que indicaram mulheres para diretorias, filhos, então vou perguntar para esses vereadores aonde é que está o dinheiro. Por que se eu não roubei, eles terão que dizer quem roubou”.

Soliney esquece apenas que a atual Câmara é muito diferente da Câmara de 2010. O único vereador que resta daquele ano é o vereador Luiz Ramos, portanto 12 dos atuais vereadores não faziam parte daquela legislatura, muito menos do governo Soliney. Os vereadores aquela época eram: Toinho da Emater; Fernando Couto; Antônio Pires; Val; Lú; Luiz Ramos; Mariano Crateús; Raimundão; e o atual prefeito Américo de Sousa (PT). Portanto não haverá constrangimento algum para um vereador de hoje votar pela reprovação das contas do Governo Soliney de 2010. 

A estratégia do Soliney é clara, ele pretende atacar e agredir os legisladores da cidade. Soliney usará  a tribuna do legislativo para intimidar, não para se defender. O ex-prefeito pretende atacar os homens e mulheres que representam a população.  

Resta saber se os vereadores tolerarão as agressões do ex-prefeito 

Comments system