sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Clã Sarney e o corte do FUNDEB

Ex-presidente José Sarney tem sido presença constante no Jaburu 

O que se comenta em São Luís é que o corte de R$ 224 milhões no FUNDEB quê vitimou 224 cidade no Maranhão seria obra do oligarca José Sarney, que usou sua influência política articulou nos bastidores de Brasília para que o presidente Michel Temer (PMDB) descumprisse acordo firmado com a FAMEM (Federação dos Municípios do Estado do Maranhão). 

Para integrantes do clã Sarney o corte dos recursos do FUNDEB, e a consequente precarização da educação no estado devem acabar gerando desgaste na imagem dos prefeitos maranhenses, o que poderia ser usado para enfraquecer o Governador Flavio Dino (PC do B) e seu grupo político nas eleições de 2018. 

Tendo todo seu grupo político mergulhado em escândalos de corrupção, com baixa popularidade e alta rejeição, Sarney e seus aliados apostam na perversa estratégia do “quanto pior, melhor” – própria dos que estão sem saída – para afundar o Maranhão, já que estão caindo definitivamente na lama e no limbo político.

Enquanto isso centenas de municípios maranhenses ainda não pagaram a folha salarial de julho da educação, tem cidade que ainda não remarcou o início das aulas do segundo semestre por falta de recurso.

Com informações: Brasil247

Comments system