segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Prefeito de atitude. E a oposição, vai continuar chorando?

Prefeito Américo de Sousa deseja manter Saúde Financeira da cidade
apesar dos cortes promovidos pelo Governo Federal


O prefeito de Coelho Neto, Américo de Sousa (PT), falando em entrevista no último sábado (05) mostrou porque foi eleito para administrar a cidade. Com a cidade sofrendo por três meses redução nos repasses federais, Américo anunciou que precisará nos próximos meses cortar gastos, explicou que essa é uma medida ruim do ponto de vista político, mas que é necessária para manter a Saúde financeira de Coelho Neto em um momento de queda nas receitas. 

Ao fazer o anúncio na rádio Américo demonstrou no mínimo duas coisas, compromisso com a estabilidade financeira da cidade e que não tem medo de prejuízo político por tomar medidas amargas. Em um momento de queda nos recurso recebidos é preciso olhar o cenário com responsabilidade, e buscar fazer o melhor para que a população não seja penalizada com falta de medicamentos na saúde, com falta de médicos, com falta de coleta de lixo e que servidores não tenham salários atrasados. Como acontecia há pouco tempo atrás. 

Contudo, apesar do cenário adverso, a oposição prefere fazer jogos políticos, ao invés de apontar caminhos para solução agem de maneira irresponsável fomentando um cenário de instabilidade. 

Coelho Nete teve queda nos recursos recebidos do Governo Federal


A oposição ignora que nos meses de maio e junho a administração municipal recebeu R$ 1,7 milhões de reais a menos que o mesmo período de 2016. Em julho foram R$ 700 mil reais a menos que o mesmo período do ano passado. Eles ignoram que em um único mês o Governo Federal retirou do Municípios Maranhenses R$ 224 milhões de reais do FUNDEB, em Coelho Neto foi perdido R$ 1,5 milhões de reais. Todos esses cortes vieram sem aviso, feitos de maneira abrupta da noite para o dia. O corte do FUNDEB foi anunciado em abril, mas houve um acordo com o Governo Federal que suspendeu o corte naquele período. Contudo, em julho, o Governo Federal promoveu o corte de maneira repentina surpreendendo a todos. 

A oposição em Coelho Neto continua com o choro dos derrotados, movidos pelo rancor de quem foi rejeitado seguem com uma pauta que em nada ajuda a cidade. De caráter odiento, seguem em um cruzada pessoal contra o Governo.

Agir com responsabilidade e ter compromisso com os recursos públicos, esse foi o voto de confiança que a população deu para o prefeito Américo de Sousa. A oposição pode chorar, mas o tempo da irresponsabilidade acabou.

Comments system