terça-feira, 26 de setembro de 2017

Grupo João Santos consolida posição de desrespeito ao trabalhador

Funcionários da Itajubara S/A realizaram greve no inicio do mês 


A empresa Itajubara S/A, pertencente ao Grupo Industrial João Santos, demitiu inúmeros empregados envolvidos na greve realizada no início do mês. Na ocasião, os trabalhadores realizaram paralisação argumentando estarem há mais de dois meses sem receber um centavo sequer, e apenas uma minoria já havia recebido 50% do valor referente ao período trabalhado na "moagem".

Foram cerca de 20 profissionais demitidos pela direção da empresa em Coelho Neto, segundo diretor do STTA (Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados), Carlos Eduardo, a motivação para as demissões seria o envolvimento dos empregados na organização da paralisação dos trabalhadores.

Eduardo também declarou, que o Sindicato não assistirá mais esse desmando do grupo João Santos sem fazer nada, acionará o grupo judicialmente por essas demissões que nada mais são que uma tentativa de sufocar a voz dos trabalhadores. Lembrou que o direito a greve é constitucional de luta por melhores condições trabalhistas.

E assim não tem para ninguém, o Grupo João Santos vai se colocando cada vez mais como o pior patrão do Brasil.



Comments system