segunda-feira, 2 de outubro de 2017

As chorumelas de Roseana

Roseana procura Temer para reclamar da postura de Jucá

No sábado (30), em entrevista à Folha de São Paulo, o Senador da República e presidente do PMDB, Romero Jucá, deu a atender que Roseana Sarney (PMDB) não terá facilmente a legenda para a disputa pelo Leões em 2018. O senador sequer incluiu o nome da peemedebista no grupo de oito candidatos em que o partido aposta as fichas em 2018. Segundo o senador, a filha de Sarney é apenas “possibilidade”.

Roseana até agora tem feito um jogo de cena sobre a disputa de 2018, não rejeita e nem confirma que será candidata, contudo, ficou indignada com o desprestígio demonstrado pelo colega e foi reclamar diretamente com o presidente Temer, por ter sido citada apenas como “possibilidade”, esperava do presidente da legenda apoio total e irrestrito. 

Também aproveitou para conspirar contra o presidente estadual do PMDB, senador João Alberto. A dupla rompeu relações depois de divergências em relação ao impeachment de Dilma e ao posicionamento da sigla nas eleições municipais de São Luís. A ex-governadora é uma crítica ferrenha do “Carcará” que não aceita as interferências da correligionária.

A Roseana Sarney está disposta a vender até a alma para evitar a queda de Temer, porém, não moverá uma palha sem “a famosa contrapartida”. No caso, apoio incondicional do presidente e do partido à sua candidatura ao Governo do Maranhão.

Comments system