segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Senadores boicotam Saúde do Maranhão

Senadores pelo Maranhão João Alberto, Edison Lobão, e Roberto Rochar
deixaram de destinar emendas para Saúde do Estado.

No dia 04 de outubro a Federação dos Municípios do Maranhão (FAMEM), publicou em seu site matéria noticiando que os Senadores pelo Maranhão, Edison Lobão (PMDB) e Roberto Rocha (PSDB), se comprometiam em destinar R$ 160 milhões em emendas para Saúde dos Municípios do Maranhense através das emendas impositivas. Contudo, a promessa ficou apenas na palavra jogada ao vento e o acordo foi descumprido pelos senadores.

O oligarca e ex-presidente José Sarney (PMDB) descreveu a "traição" dos Senadores da seguinte forma: "Roberto Rocha empreendeu esforço para garantir que Flávio Dino não pudesse colher sozinho os louros por investimentos nos municípios. Com R$ 160 milhões passando pelo Palácio dos Leões, o tucano acredita que a fatura seria toda colocada na conta do comunista, mesmo a verba sendo federal e indicada por parlamentares”.

Resumindo, por pura mesquinharia política a Saúde do Maranhão perdeu R$ 80 milhões de reais em investimentos, dinheiro que seria aplicado na ampliação de UTI's e na criação de mais centros de Hemodialise por todo o Maranhão. 

Que belos senadores os maranhenses foram escolher.


Comments system