segunda-feira, 6 de novembro de 2017

O circo voltou

Ex-prefeito Soliney reunião aliados para uma tarde de "lazer"

Na tarde de ontem (05) o ex-prefeito Soliney Silva (PMDB) reuniu-se com seus “apaniguados” para uma tarde de lazer regada com os recursos “desaparecidos” das creches, e Unidades Básica de Saúde (UBS) que seu governo foi incapaz de concluir. Obras, que segundo a Controladoria-Geral da União (CGU), foram superfaturadas, e atualmente estão abandonadas sem recursos para conclusão. 

A volta do ex-prefeito estavam pessoas que até o ano passado mantinham um vida de “luxo”, e que hoje vivem pelas ruas tecendo críticas à atual gestão, reclamando, principalmente, do desemprego. Atribuindo ao prefeito Américo de Sousa (PT) o infortúnio que lhes acomete. 

Antes de mais nada, antes de apontarem culpados fora da “mesa” deveriam olhar para as pessoas entorno dela, e logo veriam que o maior responsável pelas dificuldades que atravessam é toda do ex-prefeito Soliney Silva.

Além de ter feito uma péssima gestão, principalmente nos últimos 4 anos de mandato, o que já inviabilizaria a eleição de um sucessor, Soliney pintou e bordou durante a eleição. Quem não lembra do ex-prefeito pelas ruas da cidade de arma em punho ameaçando a então primeira-dama, Suely Silva. Relato feito a exaustão pelas pessoas em redes sociais, que viam no ex-prefeito o retrato da loucura.

Relato que fizeram da perseguição armada do ex-prefeito Soliney Silva a esposa


Quem também não lembra do ex-prefeito, juntamente com seus capangas, invadindo na madrugada a casa de uma conhecida empresária da cidade, isso faltando poucos dias para a eleição. Arrombando portas, e agredindo pessoas, trazendo para Coelho Neto uma truculência política que há muito tempo não era vista.


Relatos da invasão que o ex-prefeito Soliney Silva fez a casa de empresaria da cidade


Nunca esqueço as palavras de um vereador na manhã seguinte: "Agora nós perdemos a eleição", o mais hilario é ver esse vereador "agarradim" com "Sol" em uma tarde de festa. 

Por tudo isso Soliney não pôde pisar em Coelho Neto para votar no dia da eleição ano passado, pois era procurado pela polícia e estava fugindo “flagrante” para não ser preso. 

Muitos apontam nas loucuras de Soliney os motivos para derrota de Jademil Gedeon, afinal quem não lembra do ex-prefeito altamente alcoolizado insultando as pessoas em cima de um palanque. 

Fico até abismado, como pode algumas pessoas, que até tem um bom coração, seguir um líder que não respeita ninguém, que agride de forma violenta os outros pela madrugada e que usa de capangas para intimidar e impor medo. Um homem que só fala através do álcool, e dificilmente trata as pessoas com respeito. Deveriam ao menos seguir alguém minimamente ético. 

E realmente o Sol nunca deixa de brilhar, mas queima todos que chegam perto.

Comments system