sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Dívidas de campanha do filho teriam sido o motivo para Assassinato de Nenzim

Ex-prefeito de Barra do Corda Nenzin ao lado do filho Júnior Nenzin
principal suspeito do crime 

A morte do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin, teve uma grande reviravolta na noite de ontem, quinta-feira (7). O filho de Nenzin, Júnior de Nenzin, é o principal suspeito pela morte do próprio pai e tendo a prisão decretada.

O secretário estadual de Segurança, Jefferson Portela, confirmou a informação. Ele disse que não foi confirmada a história inicial de que Nenzin teria descido da caminhonete onde estava com o filho para urinar. “Não houve confirmação de nada disso. O pai saiu com o filho em um carro. A parada para necessidade fisiológica não se confirma. Ele não desceu do veículo e recebeu o disparo dentro do veículo e veio a óbito”, declarou.

Outras foram detidas duas pessoas que ajudaram a lavar o carro onde o ex-prefeito estava quando foi assassinado a mando de Júnior. Eles foram identificados como Luzivan e David.

A motivação seria o fato de Júnior ter contraído muitas dívidas quando foi candidato a prefeito e estar sendo pressionado a pagar. Então estaria vendendo bens da família. Pai e filho estavam indo conferir o gado quando no caminho houve o crime. Gado este que teria sido desfalcado por Júnior de Nenzin.

Do Clodoaldo Corrêa 

Comments system