segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Exclusivo: defesa recorre, mas TJ mantém ex-vereador com restrições de liberdade


Por volta do meio dia de hoje, segunda-feira (25), o presidente do tribunal de justiça do Maranhão, desembargador José Joaquim, julgou Hábeas Corpus protocolado pela defesa do ex-vereador de Coelho Neto, Edvaldo Alves, mais conhecido como Val. 

A defesa do vereador atacou os argumentos do Delegado de Polícia que levaram a prisão do ex-vereador, e pediu a liberdade imediata do réu. Ponto que o desembargador negou, porém deferiu em parte a argumentação da defesa.



O presidente do Tribunal concordou que pela idade avançada do ex-vereador, que tem mais de 60 anos, e pelo quadro clínico de Hipertensão e Diabetes que o réu apresenta, seria arriscado mantê-lo no presídio de Caxias, optando então pela restrição parcial de liberdade. Na decisão, o desembargador determina horários em que o réu poderia ficar na rua, uso de tornozeleira eletrônica, e a proibição de permanecer em locais com aglomeração de pessoas. 

Entenda o caso 

Val foi preso no último final de semana após solicitação da Polícia Civil, pois segundo farto material comprobatório o ex-vereador estava diretamente envolvido no protesto que culminou em atos de vandalismo no centro de Coelho Neto na última quarta-feira (20).

Em breve mais detalhes sobre o caso 

Comments system