terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Sindicato barra na Justiça “Feira do Brás”

Empresários Jeziel Marques, Luís Serra e Derlane Serra, dirigentes do
Sindicato dos Lojistas de Coelho Neto

Segundo consulta ao Site do Tribunal de Justiça do Maranhão, o juiz da comarca de Coelho Neto, Paulo Roberto, emitiu decisão contra a prefeitura de Coelho Neto caçando o Alvará de Funcionamento que permitia a realização da “Feira do Brás” na cidade. 

O mandado de segurança foi pedido pelo “SINDICATO DOS LOJISTAS, EMPRESARIOS E COMERCIANTES DA MICRORREGIAO DE COELHO NETO/MA”, que é presidido pelo empresário Luís Serra, proprietário da loja De Um Tudo. 



Em suas alegações, o suposto “sindicato” argumenta dentre outras coisas que “realização de uma feira denominada “Feira do Brás e da 25 de Março”, a qual comercializa produtos de origem desconhecida, sem emissão de notas fiscais, sendo na sua maioria produtos falsificados e oriundos do contrabando.”. 

Em sua decisão o Juiz diz “Diante do exposto, DEFIRO o pedido liminar para o fim de determinar que a autoridade coatora promova ao imediato cancelamento do Alvará de licença e funcionamento expedido em favor de Fernando Alves de Menezes Júnior, cancelando a respectiva autorização. Determino, ainda, a imediata suspensão e/ou paralisação do evento comercial denominado “Feira do Brás e da 25 de Março”. 



Uma decisão triste, que prejudica principalmente as famílias Coelhonetenses em situação de vulnerabilidade social.

Comments system