sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Condenado no mensalão escolhe filha para Ministério


Nos próximos dia o presidente Michel Temer (MDB) deverá nomear a deputada federal Cristiane Brasil (PTB) para o Ministério do Trabalho. Cristiane é filha do presidente do partido, Roberto Jefferson, ex-presidiário condenado pelo STF no caso do mensalão. 

Roberto Jefferson passou de chefe era das negociações de propina nos Correios, esquema que pagava para que deputados aprovassem os projetos sociais no congresso. O nome de 'mensalão' teria surgido em uma conversa de Jefferson com o deputado do PDT, Miro Teixeira. O pagamento de parlamentares para aprovar projetos não foi comprovado pelo STF, apenas os crimes de caixa 2 (que é crime sim, parafraseando a ministra Carmen Lúcia, do STF).

O nome de Cristiane surgiu como a solução para o impasse depois que o deputado Pedro Fernandes foi vetado pelo ex-presidente José Sarney. Outros nomes do partido enfrentavam dificuldades internas para serem indicados.

Cristiane Brasil já havia sido cotada para assumir o Ministério da Cultura no ano passado, mas o presidente Temer acabou optando pelo ministro Sérgio Sá Leitão. 

Agora, com a ida para a pasta do Trabalho, a nova ministra não vai disputar a reeleição para a Câmara.

Comments system