terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Cristiane Brasil e os peladões


Um vídeo da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) aumentou a polêmica em torno de sua nomeação pelo presidente Michel Temer para chefiar o Ministério do Trabalho. 

Na gravação, Brasil aparece ao lado de quatro amigos descamisados em uma lancha e afirma que "todo mundo tem direito de pedir qualquer coisa na Justiça". Ela fazia referência aos dois processos trabalhistas movidos por ex-motoristas. 

Em um deles, a deputada foi condenada a pagar R$ 60 mil; no outro, fez acordo para indenizar o denunciante em R$ 14 mil. Em ambos os casos, ela não teria assinado a carteira de trabalho dos funcionários. 

"Todo mundo tem direito de pedir qualquer coisa na Justiça, todo mundo pode pedir qualquer coisa abstrata. O negócio é o seguinte: quem é que tem direito, ainda mais na Justiça do Trabalho? Eu juro pra vocês que eu não achava que tinha nada pra dever pra essas duas pessoas que entraram contra mim, e eu vou provar isso em breve", disse. 

Em seguida, um dos amigos de Brasil afirma que "qualquer um" pode ser alvo de ação trabalhista. "Eu só quero saber o seguinte: o que pode passar na cabeça das pessoas que entram contra a gente em ações trabalhistas?", reforça a deputada. 

Por meio de um comunicado, Brasil explicou que o vídeo foi uma "manifestação espontânea" de um amigo e acabou "utilizada fora de contexto". A deputada é filha de Roberto Jefferson e está impedida de assumir o Ministério do Trabalho por uma decisão liminar da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia.

Do Uol