sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

E o Cleber Verde, Sarney vai vetar também?



Com o pedido de demissão do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, presidente nacional do PRB, anunciado ontem, o Planalto já avalia qual será o critério de escolha para o novo comandante da pasta.

De acordo com assessores do presidente Michel Temer, a tendência é que o Ministério continue com o PRB, já que o Planalto está com receio de que alterar o mapa da distribuição de cargos na Esplanada dos Ministérios possa interferir em seus planos políticos – um deles é tentar aprovar a reforma da Previdência.

Homem de confiança de Marcos Pereira e líder do PRB na Câmara, o deputado federal maranhense Cleber Verde é um dos nomes mais cotados para assumir o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Nessa situação, Michel Temer pode mais uma vez ter problemas para indicar o seu ministro. A situação é exatamente a mesma de Pedro Fernandes (PTB-MA), que foi vetado por José Sarney para assumir o Ministério do Trabalho e Emprego.

Assim como Fernandes, Cleber Verde era aliado de Sarney no passado e hoje faz parte do campo de alianças do governador Flávio Dino. O que será que fará o oligarca agora se o parlamentar maranhense for mesmo indicado pelo PRB?

Tentará cooptar o partido para apoiar a candidatura da sua filha, Roseana, ao governo do Estado exigindo o rompimento com Flávio Dino e, se Verde não aceitar, vetará seu nome para o Ministério, como fez com Pedro Fernandes?

Ou apenas não perseguirá ninguém que não reza na sua cartilha e deixará a escolha nacional do partido decidir quem bem ela quiser?

Somente nos próximos episódios das novelas que são as escolhas dos ministros de Temer é que saberemos a resposta.

Do Marrapá