quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

O alívio e o desabafo do clã Sarney



A condenação do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) no Tribunal Regional Federal, na tarde de ontem (24), foi muito comemorada pelo grupo Sarney. A pena imposta ao petista praticamente o deixa fora da disputa para a presidência da República, o que de certa forma, é um alívio para a velha oligarquia. 

Todo esse sentimento foi explicitado na coluna Estado Maior, do jornal da família Sarney, que dedicou boa parte da edição de hoje para criticar a decisão do PT no Maranhão em fazer parte da aliança comunista ao invés de apostar na candidatura da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

Os asseclas “miranteanos” desqualificaram a direção do presidente estadual, Augusto Lobato, e defenderam a posição do deputado estadual Zé Inácio, “sarnopetista” de carteirinha.

O sentimento da oligarquia é da mais pura vingança contra Lula que, condenado por um tribunal colegiado, está alcançado na Lei da Ficha Limpa.

Contudo, o seu poderio eleitoral está intacto, e não há dúvidas que ele será um dos principais puxadores de votos nas urnas, ainda mais no Maranhão onde é quase uma unanimidade. Dentro ou fora da disputa, como quer o oligarca Sarney.

Do Marrapá

Comments system