terça-feira, 16 de janeiro de 2018

“Sarney é daquele tipo que bate sua carteira e sai gritando pega ladrão”, disse Simplício Araújo



O secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, fez uma série de observações sobre a postura política da oposição oligárquica neste início de ano eleitoral. Por meio das suas redes sociais, ele afirmou que não tem dúvidas que Sarney tentará jogar todos os indicadores gerados nos 40 anos de sua oligarquia no colo do governo Flávio Dino, “para isso aposta na manipulação, na mentira, como sempre fez”.

A pertinente observação de Simplício surge após as tentativas de creditar ao atual governo o quadro de miséria que se instalou no Maranhão nas últimas décadas de domínio sarneysista. “Sarney comprova o que já sabíamos, ele nunca viu e nunca fez nada para acabar com a pobreza no Maranhão. Flávio Dino sempre viu e trabalha desde 1/1/2015 para acabar com a pobreza e o atraso no Maranhão. 40 anos de baixos indicadores não destrói da noite para o dia, mas venceremos”, disse o secretário.

Ao falar sobre o PIB do estado, Sarney, segundo Simplício, mostra que Jackson Lago estava certo quando dizia que “o grupo Sarney é daquele tipo que bate sua carteira e sai gritando pega ladrão”. Para ele, não podendo apontar erros ou malfeitos no governo do Maranhão, “Sarney apela tentando jogar a crise no colo de Flávio Dino”.

“O que dói realmente no consórcio sarneizista é ver o Maranhão finalmente ganhar espaço na mídia nacional com boas práticas, bons indicadores e primeiros lugares. Sarney sempre quis ser o melhor do Brasil, mas nos condenava a ser humilhados pelos piores indicadores nacionais”, observou.

Simplício concluiu suas observações afirmando que “silêncio é o mínimo que deveria fazer quem durante 40 anos conduziu o nosso estado à pobreza enquanto construiu a maior fortuna pessoal do Maranhão. Nosso povo quer seguir em frente, já chega de atraso e apelação. Avante Maranhão”.

Do John Cutrim