terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Cai apadrinhado de Sarney na PF

Raul Jungmann tira afilhado de Sarney (foto) do comando da PF 

O novo ministro da Segurança, Raul Jungmann, decidiu trocar o comando da Polícia Federal. Ele levou ao presidente Michel Temer, nesta terça-feira (27), o nome do delegado Rogério Galloro para a direção-geral da PF. Temer concordou, e a substituição deve ser anunciada ainda nesta terça (27).

A mudança ocorre após o atual titular do órgão, Fernando Segovia, passar por uma série de desgastes. Mais recentemente falou que inquérito que investiga o presidente Michel Temer deveria ser arquivado, o que gerou uma repreenda do Supremo Tribunal Federal e Procuradoria Geral da República. 

Galloro sempre esteve entre as opções do governo. Quando Leandro Daeillo decidiu se aposentar, em novembro do ano passado, ele se tornou o nome do ministro da Justiça, Fernando Torquato, para o cargo. Mas Segovia, era mais próximo das lideranças dos MDB, dentre eles José Sarney, e acabou levando a melhor.

O nome de Galloro tem apoio na Associação dos Delegados da Polícia Federal e estava em lista tríplice enviada a Temer ainda em 2017.

Após a ascensão de Segovia, Galloro migrou para a Secretaria Nacional de Justiça do MJ. Ele integra o Comitê Executivo da Interpol.

Do Uol

Comments system