segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Deputados apontam que Sarney Filho usa dinheiro publico para fazer "campanha eleitoral"



Pré-candidato ao Senado, o ministro do Meio Ambiente Sarney Filho (PV) é alvo de reclamações de deputados federais da base aliada do presidente Michel Temer (PMDB).

Segundo parlamentares ouvidos pela coluna Broadcast do jornal o Estado de São Paulo, Zequinha e mais alguns ministros têm preferido liberar recursos para seus Estados de origem, com o objetivo de promoção eleitoral.

Dos R$ 50,5 milhões autorizados via convênios em 2017 pelo Ministério do Meio Ambiente, R$ 37,4 milhões (74%) foram para o Maranhão. O valor é bem superior ao total repassado ao Estado durante todo o governo Dilma Rousseff (PT): R$ 2,2 milhões.

Na avaliação do deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), a prática é característica da “velha forma de fazer política com fisiologismo”. “Apesar do meu Estado ser beneficiado, lamento uma atitude dessa. Acho que um ministro deve ter equidade nos Estados, não deveria dar prioridade à campanha eleitoral”, disse.

Do Marrapá