sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

“Minha volta para o DEM está condicionada ao apoio a minha candidatura ao Senado”, afirma Zé Reinaldo


Em entrevista ao telejornal MA Acontece da TV Guará, na noite desta sexta-feira (02), o deputado federal José Reinaldo Tavares garantiu que será candidato ao Senado em qualquer hipótese. O parlamentar, inclusive, fez uma espécie de cobrança ao governador Flávio Dino (PCdoB).

“Não estou dizendo isso como ameaça, mas eu serei candidato ao Senado porque eu já deixei de ser senador duas vezes, me sacrificando pela primeira vez para proteger o governador Jackson Lago em 2006 […] em 2014 eu fiz a mesma coisa ao governador Flávio Dino. Eu deixei de ser candidato para manter o grupo politico, os partidos em torno da candidatura de Flávio. Se eu fosse brigar para ser senador naquela ocasião eu seria eleito, mas poderia dividir o palanque do Flávio e fiz esse sacrifício mais uma vez”, disse.

Questionado sobre a aproximação do comunista com a deputada federal Eliziane Gama (PPS), que também deseja disputar o Senado, elogiou a colega de parlamento, mas reiterou que não abre mão de ser escolhido.

“A Eliziane tem seu valor, quer ser candidata, então ela tem o direto de ser também. Mas o governador vai ter toda a disposição dele várias pessoas que tem potencial de ser candidato a senador. Mas eu espero marchar junto ao governador”, comentou em tom de suspense.

Por fim, Tavares informou que sua filiação ao DEM está marcada para o dia 03 de março num evento político com as principais lideranças do partido. Nesse acordo, está incluso o apoio da sigla a sua participação na chapa majoritária.

“Essa filiação ao DEM vem naturalmente, eu tenho acordo com o DEM […] eu fiz um acordo com o Rodrigo Maia que é o nosso presidente da Câmara, com o Agripino Maia que é presidente do partido e muito meu amigo e o Mendonça Filho (Ministro da Educação) e o Juscelino Filho (deputado federal) participou disso. A minha volta para o DEM está condicionada ao apoio a minha candidatura ao Senado. Isso não mudou, continua igual, agora quem decide os candidatos é o governador Flávio Dino”.

Do Marrapá

Comments system