quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

No Maranhão mais de 2500 detentos trabalham na fabricação de blocos de concreto


Hoje no Maranhão detentos tem a oportunidade de reduzir suas penas, e ganhar algum dinheiro, através do trabalho no sistema carcerário do Estado, onde podem trabalhar na produção de blocos de cimento, que são utilizado no programa Rua Digna do Governo Estadual. Ao todo, são mais de 170 oficinas de trabalho, nas quais mais de 2.500 detentos trabalham diariamente, conforme a legislação prisional vigente.

Cabe destacar, que esse modelo de gestão prisional, já utilizado em outros estados da federação, tem conseguido recuperar cerca de 60% dos presos com penas de até 38 anos. 

Enquanto no sistema prisional convencional a situação é caótica, nesse modelo os detentos se mantém ocupados, focados em um objetivo, sendo renumerados ao mesmo tempo em que suas penas são reduzidas, adquirindo habilidades e conhecimentos que podem ser empregados no exercício de uma profissão quando sairem dos presídios. 

Dessa forma, o passado de rebeliões e detentos decapitados vai ficando cada vez mais distante.

Comments system