terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

O retorno do que não foi


Já faz algum tempo que o ex-governador José Reinaldo Tavares (sem partido) alertou ao governador Flávio Dino (PCdoB) que a disputa pela reeleição não seria contra Roseana (MDB), mas sim contra o pai dela, o velho oligarca José Sarney (MDB).

A previsão de Zé Reinaldo pode estar prestes a ser concretizada, pois surgiu na tarde de ontem, segunda-feira (19), fortes rumores que o ex-senador teria transferido seu domicílio eleitoral do Amapá para o Maranhão. 

A mudança seria um aposta do grupo liderado por Sarney, que tem nessa cartada a esperança de uma virada de mesa, revertendo o cenário amplamente favorável pela reeleição do governador Flávio Dino.

Para o Tribunal Superior Eleitoral Sarney ainda é eleitor do Amapá

Especula-se nos bastidores, que Sarney vem com missão de organizar a campanha da filha e trabalhar pela eleição do filho ao Senado e do neto a deputado estadual. Contudo, o retorno do velho oligarca na campanha que se aproxima expõe a fragilidade da liderança de Roseana, que já não consegue reunir sequer aliados para percorrer o interior do Estado e se apresentar à população como pré-candidata.

Com informações do Jorge Vieira

Comments system