sábado, 17 de fevereiro de 2018

Roseana cancela visita a Imperatriz


Anunciada na quinta-feira, de forma tímida e sem muita repercussão, o lançamento da pré-candidatura de Roseana Sarney (MDB) ao governo do Estado em Imperatriz, que seria na próxima segunda-feira (19), foi adiado para o início de março.

O principal motivo da prorrogação do ato seria a pesquisa Difusora/DataIlha divulgada ontem, que coloca a ex-governadora com menos da metade das intenções de voto de Flávio Dino, com 29,15% ante 62,39% do atual governador.

O levantamento divulgado ontem, o primeiro de 2018 registrado no TRE, jogou um balde de água na fria nas pretensões de Roseana. Com outras pesquisas em mãos, ela reconheceu favoritismo do governador Flávio Dino (PCdoB). A repercussão da Difusora/DataIlha desanimou ainda mais todo o grupo Sarney.

O adiamento do ato que seria realizado em Imperatriz é apenas mais um no recente histórico de Roseana. No final do ano passado, ela também cancelou uma ida a Rosário temendo represálias contra ela. Em Chapadinha, ela passou sem brilho e com muitas críticas pelo seu comportamento inseguro quanto a sua própria candidatura ao governo.

Sem pisar em Imperatriz a quase quatro anos, Roseana sabe o quanto a cidade antipatiza a sua figura política. Começar sua pré-campanha no município poderia ser um tiro no próprio pé, sobretudo pela alta popularidade que Flávio Dino possui na Região Tocantina.

Talvez por isso ela tenha repensado sua ida. Desanimada com as pesquisas, é capaz que Roseana desista do pleito antes mesmo de visitar alguma cidade.

Do John Cutrim