quarta-feira, 7 de março de 2018

Abre a janela partidária



Chegou o dia que todos os políticos com pretensões nas disputas eleitorais de 2018 esperavam. O período chamado “janela partidária” começou hoje, quarta-feira (07/03), e se estende por trinta dias até 7 de abril.

São 30 dias para que deputados estaduais e federais se sintam livres para trocar de legenda sem o risco de punição (perda de mandato).

O entendimento atual é que as vagas preenchidas em eleições proporcionais (deputados e vereadores) pertencem às siglas e não aos parlamentares. A lei (Lei 13.165/15) surgiu para permitir a troca de partido em um determinado período do ano eleitoral.

E este “troca–troca” partidário, além de ser determinante para a distribuição dos recursos do Fundo Eleitoral, pois, quanto maior a bancada na Câmara, mais recursos o partido recebe é fundamental para análises de conjuntura e formações das coligações.

No Maranhão especulações não faltam e muitas ainda vão surgir nestes 30 dias. Trataremos aqui apenas dos políticos com mandato.

Vamos começar pelos pré-candidatos ao Senado: a deputada Eliziane Gama (PPS) já foi especulada no DEM, no PSB e na REDE; o deputado Zé Reinaldo (eleito pelo PSB) já foi especulado no DEM e no PSDB; o deputado Waldir Maranhão (eleito pelo PP e hoje no Avante) já foi especulado no PT, no PP e no PTB e o deputado Sarney Filho (PV) está cotado para se filiar ao PSD.

Na disputa por uma vaga na Câmara Federal, a deputada Luana Costa (PSB) já foi especulada no DEM. Falar do pleito para a Assembleia Legislativa é mais complicado pelo grande número de pré-candidatos, entretanto, podemos confirmar as filiações dos deputados Rogério Cafeteira (PSB) e Neto Evangelista (PSDB) ao DEM e especular as movimentações de Sergio Frota (PSDB) para o PR; Andreia Murad (MDB) e Sousa Neto (PROS) para o PRP.

Quem conhece política sabe que muita água ainda vai passar por baixo dessa ponte e que escolher o partido certo é fundamental para o sucesso eleitoral em outubro. Os próximos dias prometem.

Do Marrapá