sexta-feira, 9 de março de 2018

O fiasco do primeiro dia

Roseana foi a Santa Inês acompanhada de Claudio Trinchão e Lobão

A pré-campanha de Roseana Sarney (MDB) enfim ganhou as ruas, e os eleitores maranhenses puderam pela primeira vez ver a filha do oligarca José Sarney (MDB) fora de casa. Contudo, o que não se viu foi o brilho de outrora, se antigamente uma multidão cercava Roseana em cada cidade que passava, hoje a ex-governadora experimenta o isolamento popular. 

Roseana chegou em Santa Inês acompanhada de um enrolado Lobão (MDB), que se vê às voltas com o PETROLÃO que cada dia mais lhe morde o calcanhar, e também estava junto um suspeito Claudio Trinchão (PSD), que responde na Justiça por um “Esquema de Isenções” que lesou o Estado em mais de R$ 400 milhões de reais, isso quando Roseana era governadora. 

Se por um lado não faltava gente enrolada ao lado da “guerreira”, pelo outro faltou apoio popular e receptividade. Em vídeo divulgado que foi divulgada nas redes sociais, vemos um locutor esforçado tentando animar o evento em que não havia empolgação alguma, até parecia que as pessoas estavam ali por obrigação, e quem ouviu o discurso de Roseana fala que faltou energia, coragem e segurança. 

“Ela está em campanha, mas o coração não”, descreveu um dos presentes. 

Em Santa Luzia Roseana teve baixa receptividade

Já o evento seguinte, em Santa Luzia, correu sérios riscos de nem sequer acontecer. Não teve organização, e faltou público, mas como a agenda já estava montada e o evento anunciado, acharam por bem ir até o local em demonstração de respeito aos corajosos que compareceram. 

Contudo, não deu outra, em Santa Luzia ficou claro para todos o quanto é difícil, e até inglória a missão de Roseana. 

Duas cidades já foram, faltam 28... Será que Roseana vai até o final?