quinta-feira, 22 de março de 2018

Ricardo Murad, Eduardo Braide e Maura Jorge podem ficar fora dos debates eleitorais

Maura Jorge e Ricardo Murad fora dos debates

Pela regra eleitoral vigente, as emissoras de rádio e TV são obrigadas a convidar todos os candidatos de partidos que tenham no mínimo cinco representantes no Congresso Nacional (Senado mais Câmara).

Aqui no Maranhão, os pré-candidatos Eduardo Braide (PMN), Ricardo Murad (PRP) e Maura Jorge (até agora no PODE) são os mais ameaçados pela legislação. O PMN de Braide não tem nenhum deputado federal e nenhum senador. O PRP de Ricardo tem 1 deputado federal e nenhum senador. O Podemos, até então de Maura, tem 15 deputados federais e 3 senadores.

Se for realidade o desejo de Maura Jorge em trocar o Podemos pelo PSL pra conseguir o apoio do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a ex-deputada pode ficar sem o direito de participar dos debates. Tendo em vista que, ao contrário do Podemos, o PSL tem apenas 3 deputados e nenhum senador.

O nanico PMN não tem representantes no congresso nacional
o que deixaria Eduardo Braide fora dos debates

Portanto, se PMN, PRP e PSL não fizerem coligações e não conseguirem atrair novos parlamentares durante o período da janela partidária, que se encerra em 7 de abril, os três pré-candidatos podem ficar de fora dos debates mesmo.

Lembrando que, as emissoras podem convidá-los mesmo assim, mas estarão dentro do que estabelece a lei eleitoral se não o fizerem. Com aproximadamente 9 candidatos ao Governo do Estado em 2018 a tendência das emissoras deve ser de convidar apenas os que têm representatividade no Congresso Nacional.

Do Marrapá