segunda-feira, 26 de março de 2018

Roseana Sarney e a difícil missão de pedir votos para Temer


Desde que o presidente Michel Temer (MDB) anunciou que disputará a reeleição, a ex-governadora Roseana Sarney se vê com um problema gigante em sua pré-campanha ao Palácio dos Leões. Se não bastasse a falta de aliados, e o fiasco grotesco que foi sua “caravana”, a “guerreira” ainda ganhou a dura missão de defender um presidente que tem uma das maiores rejeições do país, 71% da população considera o governo Temer “ruim ou péssimo",

O problema é ainda maior, porque no Maranhão Roseana Sarney é a pré-candidata que tem a maior rejeição entre todos os pré-candidatos, 37% dos eleitores maranhenses não votariam nela de forma alguma. Neste cenário, defender Michel Temer não é apenas “dureza”, é quase um suicídio eleitoral. Principalmente se considerarmos a preferência do eleitorado por Lula (PT), e a alta capacidade de votos do petista no estado. 

A filha do oligarca José Sarney já chegou a ser hostilizada até mesmo por aliados, quando tentou inutilmente defender o governo Temer. 

A guerreira  está em uma sinuca de bico danada, e nada soma a seu favor.

Comments system