segunda-feira, 11 de junho de 2018

A coragem de Magno Bacelar

O prefeito de Chapadinha deu publicidade hoje, segunda-feira (11/06), a um grande ato de austeridade já executado por um prefeito maranhense no meio do mandato. Com pouco menos de um ano e meio no comando da prefeitura, e sentindo os fortes impactos da crise que vem sufocando o pequenos municípios brasileiros, o prefeito optou por demitir todos o quadro de servidores comissionados e contratos da gestão municipal. 

Prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar 

Segundo a nota divulgada pela Secretaria de Comunicação daquela cidade, os cortes atingem todos os setores públicos municipais, indiscriminadamente. De vigias a médicos, dos assessores até secretários, nenhum cargo ao que parece será poupado. “Não se trata de uma decisão política ou administrativa, é uma decisão matemática. Se não houvesse este corte seria inevitável o atraso dos salários”, destacou o Secretário Municipal de Comunicação de Chapadinha. 

Com essa medida corajosa e audaciosa, principalmente se levarmos em conta que estamos ano eleitoral, Magno Bacelar mostra que não governa interessado em populismo, e que não fará uso irresponsável da máquina pública. Que está mais preocupado com a saúde financeira do município, e focado em dar resolutividade às principais demandas da população. 

Prefeito de Chapadinha publicou decreto demitindo todos os servidores contratados e comissionados da cidade

O prefeito poderia ter seguido por outro caminho, e ter mantido todos os servidores contratados e comissionados, porém com atrasos no pagamento de salários, levando incertezas e insegurança a centenas de famílias. 

Magno opta por fazer uma escolha dura, e muitos considerarão uma grande injustiça. O preço a ser pago será alto, e muitas críticas serão feitas, mas estou certo que a História saberá reconhecer o peso dessa decisão dificílima, e colocará Magno entre os justos e sábios que não fizeram aquilo que deveriam, mas o que era preciso ser feito.

Comments system