sábado, 7 de julho de 2018

Em sua terceira edição "Caravana da Guerreira" colhe rejeição e acumula fracassos

Não teve jeito, em seu terceiro passeio pelo interior do Maranhão, dessa vez pelo Leste Maranhense, Roseana (MDB) voltou a experimentar a rejeição da população que traz na memoria o descaso sofrido ao longo dos anos de domínio do clã Sarney. Por onde passou a ex-governadora foi recebida por lideranças politicas decadentes, e falou para um público minimo.  

Em Timon auditório vazio para Roseana

Nas cidades de Caxias, Timon, Pedreiras, e outras tantas, a candidata de Michel Temer (MDB) foi ignorada solenemente pela população. Em Pedreiras Roseana falou para as cadeiras, em Caixas não reuniu 30 pessoas, e na cidade de Timon precisou recorrer a uma atração local, convidada as pressas,  para preencher os espaços vazios do auditório.

Em Caxias Roseana a organização precisou recrutar pessoas de São Mateus e Aldeias Altas para tentar lotar o auditório 

Em resumo, um grande fiasco foi a marca dessa terceira edição da autoproclamada "Caravana da Guerreira". Se com as duas primeiras edições já haviam duvidas quanto a permanência de Roseana na disputa eleitoral, com essa últimas muitos já dão certeza da desistência da "guerreira", que já não conta com a simpatia da população, como ficou evidente, e não a disposição políticos de calibre para elevarem seu nome.