terça-feira, 31 de julho de 2018

Perguntas inquietantes do dia

Todos conhecemos a história do ex-vereador de Coelho Neto que em um dia de fúria resolveu por fogo em meia cidade, promovendo atentados violentos a lojas e atos de vandalismo pela ruas do município. Edvaldo Alves, mais conhecido como Val, foi condenado pelo Justiça por seus atos desvairados, e até por muito mais, pois é reconhecidamente um violador das leis, já tendo algumas condenações nas costas. 

No destaque vereador Val durante viagem para São Luis, algum juiz autorizou?

Hoje Val tem um série de restrições de liberdade impostas pela Justiça, tais como: proibição de acesso ou frequência a bares, restaurantes, ou locais de aglomeração de pessoasproibição de ausentar-se da Comarca, sem prévia autorização do Juízorecolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga;  monitoração eletrônica, mediante tornozeleira. Porém o ex-vereador ao que parece continua a zombar da Lei e da Justiça.

Restrições de liberdade que o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão impôs ao ex-vereador Edvaldo Alves

Recentemente próprio Val divulgou nas redes sociais uma viagem que fez para São Luis, onde teria participado de uma grande convenção politica. De uma só vez, ao que parece, Val desrespeitou todas as restrições que lhe foram imputadas. 

Ficam no ar ar perguntas: teria algum juiz autorizado que o ex-vereador realizasse tal viagem? Teria o ex-vereador violado a tornozeleira eletrônica? Estará algum politico da região incentivando, ou até mesmo envolvido diretamente, na pratica de crimes em Coelho Neto? 

Voltamos a qualquer momento com mais informações