quarta-feira, 4 de julho de 2018

Roseana Sarney, a lava jato e os animais

Diversas foram as incoerências surgidas ontem, terça-feira (03/07), durante o primeiro dia do tour de Roseana Sarney (MDB) e seu asseclas pelo Leste Maranhense. Tendo ao seu lado o ex-ministro do Meio Ambiente de Michel Temer, Sarney Filho (PV), e o enrolado senador Edison Lobão (MDB), a ex-governadora fugiu do tom, se perdeu no discurso e virou piada nas redes socais. 

Após meses de desentendimentos, Roseana faz selfie com Edison Lobão

Ao defender apoio para Zequinha Sarney, que neste ano tentará uma cadeira no Senado Federal, Roseana relembrou unicamente a atuação do irmão em defesa do Meio Ambiente, como sendo a única referência dele em 10 mandatos, mais de 40 anos, na Câmara Federal, e soltou a seguinte pérola: “afinal, as pessoas não vivem sem os animais, e os animais não vivem sem as pessoas”. 

Porém, a ex-governadora esquece de citar que foi durante a gestão do irmão no Ministério do Meio Ambiente que o desmatamento cresceu, e levou a Noruega a cortar mais R$ 200 milhões de reais em ajuda para a preservação florestal no Brasil. Também ignora que até o momento a ajuda prometida por Sarney Filho para as famílias da Chapada das Mesas nunca saiu, deixando centenas na penúria. 

Mas não foi apenas o irmão que Roseana defendeu, após meses de desentendimentos a ex-governadora enfim conseguiu sair na foto com Edison Lobão, a quem ela atribui articulação que lhe tirou dois partidos. Em Lago da Pedra ela fez defesa contundente do senador, que hoje é alvo de diversos inquéritos judiciais, que ela chamou de injustiças, e ainda convidou a população a sair em defesa do enrolado político. “Nós vamos ter que defender o Lobão. E qual será a defesa do Lobão? A defesa do Lobão será o apoio que vocês vão dar ao Lobão, pré-candidato ao Senado”, pediu Roseana. 

Durante seu primeiro dia nas ruas, Roseane Sarney foi apenas mais do mesmo, incapaz de apresentar alguma novidade ou trazer alguma inovação, e tendo ao lado conhecidas figuras da justiça.