terça-feira, 17 de julho de 2018

Sem decolar Ricardo Murad é obrigado a desistir

O ex-secretário de saúde Ricardo Murad (PRP) desistiu da sua pré-candidatura ao governo do Estado. Sem votos, ele oficializou o abandono da sua tresloucada luta pelo Palácio dos Leões para anunciar o apoio à Roseana Sarney (MDB), sua cunhada.


Sem passar dos 3% em todas as pesquisas divulgadas até o momento, Ricardo Murad – classificado pela Polícia Federal como chefe de organização criminosa responsável por desviar mais de R$ 1 bilhão da saúde do Maranhão – vai concorrer a uma vaga de deputado federal. O objetivo é conseguir foro privilegiado ocupando uma cadeira na Câmara Alta.

Já a sua filha, Andrea Murad, que seria candidata a deputada federal, irá concorrer à reeleição na Assembleia Legislativa. Assim como o genro de Ricardo, o deputado estadual Sousa Neto.

O anúncio da desistência de Ricardo Murad enfraquece ainda mais o laranjal montado por Roseana para tentar levar as eleições contra Flávio Dino para o segundo turno. Considerado o kamikaze da oligarquia Sarney, o ex-secretário preferiu lutar por seu projeto familiar do que se sacrificar pelo clã. Talvez porque já saiba que a eleição está praticamente decisiva em prol de Flávio Dino.

Discursos controversos

No vídeo em que oficializa a desistência e o apoio a Roseana, Ricardo Murad nem parece lembrar a época em que achava a cunhada “uma farsa, uma criação sem consistência, uma mentira, não sabe e nem entende absolutamente nada do que a obrigam falar”.

“A escolha é sua. De um lado a família Sarney, suas empresas, seus negócios, suas rádios televisões e jornais. Do outro lado você. Seu pai, sua mãe, seus filhos, seus vizinhos, os interesses do povo maranhense”, disse à época.

Confira o que dizia Murad sobre Roseana Sarney 


Do Marrapá