segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Jumento paga empresa e é diplomado como um dos melhores prefeitos do Brasil


Na noite de ontem, domingo (05/08), o Fantástico exibiu reportagem sobre falsas premiações que são distribuídas a prefeitos, vereadores e secretários municipais pelo Brasil. Segundo o jornalismo da rede Globo, o premio era atribuído sem nenhuma checagem, baseado apenas no "pagou levou", dessa forma uma jumento chamado Juca teria sido premiado como um dos 100 Melhores Prefeitos do Brasil.

O programa demonstrou que o esquema todo era bancada com dinheiro vindo de recursos públicos, onde prefeitos pagavam até R$ 1480 reais pela inscrição no seminário que dá direito a premiação. O próprio dono de uma das empresas do esquema descreveu como funcionava a fraude, dizendo que "faz uma pesquisa com a população, uns dez telefonemas. Teria um seminariozinho só pra dá uma maquiada. E, no caso, a entrega do prêmio, que é o mais importante".  

Prefeito de Caxias recebeu prêmio




Um dos prefeitos que recebeu essa premiação foi Fábio Gentil, prefeito de Caxias, que em setembro do ano passado esteve em Recife para receber o diploma do instituto. Na ocasião o gestor municipal declarou: “Que o sucesso não seja só momentâneo, mas que seja duradouro, enquanto o pensamento de cada um de nós for em benefício do nosso povo”. 


Prêmio pago com recursos da Atenção Básica 

Parte do prêmio foi pago com recursos do FUNDEB

Em pesquisa ao Portal de Transparecia da Prefeitura de Caxias, o blog encontrou dois detalhes de empenho para o Instituto Tiradentes LTDA, uma das empresas apontadas pelo Fantástico com atuação na venda de prêmio para políticos. Uma parte foi paga pela Secretária de Educação, usando recursos do FUNDEB, outra parte foi paga com recursos da Secretária Municipal de Saúde, com recursos da atenção básica, conforme as imagens acima. 

Prefeito Fábio Gentil aparece em meio a outros políticos durante premiação

Que a gestão do prefeito Fábio Gentil não é o que ele vendeu durante a campanha eleitoral, todos sabemos, mas usar dinheiro do FUNDEB e da Saúde Municipal para pagar por premiações já é um pouco demais. Com a palavra o Ministério Público! 

Voltamos a qualquer momento com mais informações