quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Superintendente da CGU faz esclarecimento acerca da operação Topique

Em entrevista concedida pela superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) no Piauí, Erika Lobo, foi explicado com detalhes o funcionamento do esquema de fraude em licitação do transporte escolar, envolvendo municípios do Maranhão e Piauí.


Dentre a irregularidades investigadas, a superintendente destacou a prática de conluio entre os participantes da licitação, desclassificação de empresas que apresentassem a menor proposta, subcontratação de serviços e veículos, e o rateio de valores. 

Sobre o período em que os ilícitos foram praticados, Erika Lobo foi enfática ao afirmar que os crimes foram praticados entre os anos de 2013 e 2015. "A investigação é de 2013, em 2015 foi nosso escopo, então foi nesses anos, 2013 a 2015 que foram realizados os relatórios da CGU nesses municípios"

Confira a entrevista da superintendente da CGU na integra abaixo:

 

Voltamos a qualquer momento com mais informações