sexta-feira, 14 de setembro de 2018

TJ Libera, e Soliney deverá ter candidatura deferida

Em decisão publicada há pouco minutos atrás, a desembargadora Anildes de Jesus Bernardes Chaves Cruz do Tribunal de Justiça do Maranhão, suspendeu os efeitos dos Decretos Legislativo nº 004, de 19/07/2017 e nº 024, de 10/01/2018, ambos expedidos pela Câmara Municipal de Coelho Neto. Os decretos em questão tratavam da reprovação das contas da prefeitura de Coelho Neto, referente aos exercícios financeiros de 2010 e 2011.  


Na prática, Soliney não deverá encontrar empecilhos para ter sua candidatura deferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), uma vez que a Liminar retira do ex-prefeito os efeitos da Lei da Ficha Limpa.

Contudo, a decisão da desembargadora foi proferida em Caráter Liminar, ou seja é temporária, e pode ser revista há qualquer momento. Contudo os efeitos dela alteram, e muito, o cenário politico em Coelho Neto, principalmente no que se refere a oposição. Essa liminar coloca Soliney como franco favorito, e principal voz da oposição nas Eleições de 2018, ocupando assim um espaço que era visto como sendo da ex-prefeita Márcia Bacelar, que hoje é a grande coordenadora da campanha de Zé Gentil (PRB) na região.

O grupo politico de Soliney e da Márcia Bacelar já vem se estranhando pelas ruas da cidade faz algum tempo, revivendo assim uma antiga rixa politica em Coelho Neto, agora com Soliney oficialmente na disputa, ânimos deverão ficar mais acirrados. 

Confira AQUI a decisão Liminar da desembargadora Anildes de Jesus

Voltamos a qualquer momento com mais informações